Jonas Runa Cosmic Ensemble
Concerto na 55º Bienal de Veneza, Itália, 2013.
Pavilhão de Portugal - Trafaria Praia de Joana Vasconcelos.

  

Concepção:Conception:
Jonas Runa

Músicos:
Jonas Runa (Portugal) : Kyma
Spiridon Shishigin (Yakutia, Sibéria, Rússia): Khomus
Eddie Prévost (Inglaterra) : Tam-Tam, Snare drum
Jin Hi Kim (Coreia do Sul) : Komungo

Local e Data de Estreia:
1 de Junho de 2013 , Veneza (Itália); “Trafaria Praia”, de Joana Vasconcelos. Pavilhão Oficial de Portugal na 55º Bienal de Veneza

Este projeto considera a ‘improvisação’ um veículo de colaborações musicais interculturais de onde podem resultar novas estéticas musicais, no contexto da música de arte. Procura desenvolver a música intuitiva de Stockhausen, aplicando a metodologia não só a intérpretes/improvisadores ocidentais, mas oriundos de qualquer parte do globo. Dois “fatores de musicalidade”, interna e externa, foram preponderantes na escolha dos músicos. Um fator de musicalidade interno deve entender-se ao nível intracultural, no interior de cada cultura específica. O fator externo é político, enquanto música planetária, metáfora da cooperação pacífica entre os povos para o desenvolvimento de uma Arte e Criatividade que ultrapassam cada cultura particular.

O desafio que lancei aos três músicos (Jin Hi Kim, Eddie Prévost e Spiridon Shishigin )convidados foi o seguinte: “(...) the Aesthetics will be that of "free improvisation"….Respecting each musical tradition, giving space to others, and attempting a new synthesis of different musical languages, based on musical intuition.(…)”

Marques Carrilho, J. M. (2013)

jonasruna@gmail.com

© 2019 Jonas Runa. Todos os direitos reservados.
NL
Nelson Leão Webdesign
EN PT
Jonas Runa