Zul Zelub   (2007 - 2011)
Jonas Runa & Jorge Lima Barreto
Energia Musical Irrealizada

“Zul Zelub” foi um projecto de música electroacústica para piano e computador, electronic live, fundado no ano de 2007 por Jorge Lima Barreto e Jonas Runa. Atitude conceptual radicalista, a teoria da “energia musical irrealizada” aborda um investimento puramente mental da memória e da vontade - entidade inaudível - aspecto musical secreto, não expresso, desejo do insubstancial, força parapsíquica que não gera matéria, conceito antecipatório abandonado, formulação virtual como num sonho, ou ciberviagem.

Projecto para piano e música informática: o piano era captado pelo micro e recolhido no computador (Kyma X). O músico informático Jonas Runa arquiva, interfere, sobrepõe timbres, lapsos fraseológicos, interlóquio em tempo real. O jogo do piano tem um carácter experimentalista, fluxo de improvisações e funde-se num discurso aberto em permanente acção, desdobrando-se em noções e dinâmicas de tempo (retardado, assíncrono, síncrono, acelerado) e no sentido de inventar novos espaços sonoros. O duo propôs-se interagir com outros músicos ou performers ou acções interartísticas eventuais, e para os espectáculos apresentou videos originais, e diaporamas. A sua cenografia foi um novo conceito de instalação, prevendo actuações em instalações plásticas e multimédia de outros artistas.

A energia musical irrealizada: O que está por trás duma realização musical, o que antecede a sua concretização, o que potencia a consubstanciação do acto criativo do improvisador?

Ideias musicográficas jamais escritas, imaginário poético sem efectivação literária e artística, todos os gastos de energia criativa musical do irrealizado (composição e execução improvisatória; no acto de compor/executar está a invenção, o imprevisto, a inspiração, a emocionalidade). A improvisação musicalé uma força viva que induz um potencial de acção e mantém um estado momentâneo do corpo; na improvisação importa mais o seu lado conceptual.

A improvisação vive no desconhecido, à mercê da energia criadora e da forma aberta; na sua postura estética, a improvisação é possibilidade e performance (actuação corporal) é um estado efémero e alusivo do irrealizado. A improvisação é trabalho, rito produtivo de passagem, representação criativa do irrealizado; é energia que vive no corpo, que é o lugar dos sonhos musicais irrealizados.

Zul= luz; Zelub= boulez

Concertos Principais de Zul Zelub

   

Royal Conservatory of the Hague, Netherlands, 17-07-2008

Culturgest, Ciclo ‘Isto é Jazz?’, Lisboa, 10-12-2010 (com Eddie Prévost)

Casa da Música, Porto, 14-11-2009 (com Jac Berrocal e videoarte de A. Palolo)

Museu do Chiado, Jardim das Esculturas, Lisboa, 29-07-2010

Festa do Avante, Auditório 1º de Maio. 05-09-2009 (com Eddie Prévost, Vítor Rua e Jamie Coleman)

Trem Azul, Lisboa, 26-05-2009

XV Bienal de Cerveira, Vila Nova de Cerveira, 27-09-2009 (com videoarte de A. Palolo)

Festa do Avante, Auditório 1º de Maio, 06-09-2008 (com Steve Noble e Vítor Rua)

Discografia de Zul Zelub

   

(CD)   Zul Zelub. Ultimaton. Plancton Music. 2012

(CD)   Jorge Lima Barreto. Zul Zelub. Clean Feed, 2008

(DVD)   Zul Zelub na Culturgest (com Eddie Prevost), 2011. [Edição de autor]

(DVD)   Zul Zelub na Casa da Música (com Jac Berrocal), 2012. [Edição de autor]

jonasruna@gmail.com

© 2021 Jonas Runa. Todos os direitos reservados.
NL
Nelson Leão Webdesign
EN PT
Jonas Runa